Album de fotos no final da página

Em 1990 Antonio Presídio já realizava trabalhos de grupo em Salvador, como psicoterapêuta. Ainda clinicava como pediatra, mas já vivendo as mudanças de um sonho, que não cabia mais no papel. Deixando cada vez mais a medicina, foi aumentando seus atendimentos em psicoterapia e sentindo a necessidade de levar seus grupos para lugares distantes da cidade grande. Entendia que a mudança topográfica e climática, que a nova paisagem e principalmente a natureza viva, pudessem auxiliar nos processos de descobertas e mudanças pessoais.  Assim começava o sonho da construção do Projeto Semente.
O nome veio primeiro: Semente. Porque a idéia era semear. Semear novas possibilidades. Semear sonhos. Semear confiança, responsabilidade, paz, fraternidade...
Como todo bom baiano, viajava sempre para o interior, no período do São João. A cidade escolhida era Ubaíra, sua cidade natal. Lá visitava a Fazenda Três Lagoas, de sua prima Fátima Monteiro. Até hoje ele não entende, mas em uma dessas visitas, foi tocado pela idéia de ser aquele “O LUGAR”.
Decidiu formar e levar um grupo para “Aquele Lugar”. Todos dormiriam na casa sede e os trabalhos seriam realizados em um galpão, antigo depósito de sacas de café (cultura antiga da fazenda). Fátima e Bira (Engº. Agrônomo/Apicutor e marido de Fátima), foram perfeitos anfitriões. O trabalho teve um efeito tão maravilhoso que Presidio resolveu trazer outro grupo. Novos grupos se formaram. Daí a idéia de ampliar e trazer mais pessoas, independente de trabalhos terapêuticos. Foi então que pensou em construir uma pousada. A semente estava lançada: Pousada Ecológica Projeto Semente.
Fátima e Bira abraçaram a idéia e abriram as “portas” da casa (fazenda), para tal empreendimento. Uma grande parceria nascia naquele momento. Um contrato de 100 anos foi assinado pelas partes, muito mais para atender as conveniências da sociedade. 100 anos representava a eternidade, a idéia do sempre existir.
31 de janeiro de 1994 a primeira pedra do alicerce foi colocada. Presidio trabalhou como auxiliar de pedreiro durante 30 dias. Eram 3 pedreiros e 5 ajudantes, com ele. Após 30 dias, começou sua jornada de idas e vindas para Salvador, administrando a obra à distância.
A obra avançava e era difícil estar longe, sem acompanhar de perto o andamento de tudo. Em meio a muita turbulência, uma mão forte se estendeu até ele. Ana Ricl. Parceira de uma longa jornada. Dividiram o sonho e sonharam juntos.
Ana Ricl foi a grande mãe do Projeto Semente. A maioria do seu tempo era dedicado a Ele, uma doação que durou aproximadamente 10 anos.
RESIDENTES: Uma idéia!!! Fazer pessoas participarem de forma direta da construção da semente. Assim voluntários do bem foram se chegando. 18 foi o total. O objetivo era manter o Projeto Semente habitado durante todo o ano, a partir da sua inauguração. 7 dias era o tempo de estadia do Residente, tendo ele a responsabilidade de cuidar do espaço, plantar, regar, meditar, trazer a comunidade para perto. Era também dele, a responsabilidade de fazer as honras da casa. Recepcionar pessoas, mostrar as instalações, com carinho colocar sua impressão digital, na construção daquela obra. Aos domingos a troca de Residentes acontecia, como a troca de um plantão num hospital. A experiência vivenciada era trocada com quem estava chegando. Para nós, um gesto de amor impagável. Através do carinho e cuidado deles, a semente pôde germinar.  Durante quase 1 ano essa atividade funcionou. Foi de extrema importância. Com muito carinho agradecemos a cada um deles. A casinha do Residente hoje se transformou no Chalé. Os Residentes estão por aí, pelo mundo, muito provavelmente “Semeando o Bem”. Seus nomes: Jailton André, Virginia Zart, Vera Cânovas, Joice, Carmem, Kau, Ana Lúcia, Tânia Belfort, Simone, Gilka, Kelcilene, Nena, Ângelo, Telma Nadja, Dora, Ana Maria,  Creyde e Marcia
AGRADECIMENTO: Um agradecimento especial a Sandro, Flávio Celestino, Aninha, Sheila e Adma, Engenheiros e Arquitetos, que doaram seus serviços com toda amorosidade e disponibilidade na elaboração dos projetos e construção.
Enfim, após 1 ano e 8 meses de construção, em 14 de Setembro de 1995, o Projeto Semente foi inaugurado, com um show especial no Teatro Vila Velha, com a presença de artistas, doando seus trabalhos, numa demonstração de carinho ao novo projeto. Grupo Barra Vento, Coral Cobra-Coral (maestro Cícero), Xangai, Mauricio Azevedo e outros.
Foi assim que tudo começou

O Projeto Semente é um bate papo no calorzinho da fogueira, é uma preguiça na rede, é o som do silêncio.
Contato: (71) 98795-9382 | e-Mail: projetosemente@projetosemente.com.br
Vale do Jiquiriçá - Três Lagoas - Ubaíra - BA
Facebook Google+ Foursquare